Às vezes não percebemos o quanto amamos as pessoas que vivem ao nosso lado ou não dizemos para elas o quanto esse amor é grande. Esse é um enorme erro nosso.

A vida passa tão rápido que deixamos esses detalhes de lado e só percebemos a sua magnitude quando perdemos as pessoas que amamos. Ai bate aquele arrependimento de não ter falado o quanto amava essa pessoa.

Já diz no dicionário: amor – forte afeição por outra pessoa, nascida de laços de consanguinidade ou de relações sociais. Amor na prática é um sentimento imensurável e impalpável. É como o vento: não podemos vê-lo, mas podemos senti-lo.

Acontece que, de vez em quando, não damos a importância necessária para o amor. Esse sentimento é o maior presente que podemos dar e receber de pessoas queridas. Não tenho como explicar como é uma vida sem amar e ser amado. Eu diria que preferiria viver 20 anos com amor, do que 100 anos sem ele.

Viver com arrependimento não é viver. Não deixe para fazer ou dizer algo amanhã, faça hoje! Não espere pra dar valor quando a pessoa não estiver mais nesse mundo.

Vamos colocar pra fora todo esse amor guardado e escondido dentro de nosso peito. Vamos gritar aos quatro ventos todo o amor que temos pela nossa família e amigos. Vamos aproveitar o tempo em vida para deixar bem claro o quanto essas pessoas são queridas e importantes para nós. Vamos abraça-las e viver cada dia como se fosse o ultimo.